7 riscos de saúde associados a comer farinha branca.

A farinha refinada está contida em muitos produtos alimentícios industrializados e caseiros. Durante o processo de refinamento, o germe e a camada externa do grão do trigo são removidos, o que significa que muitas vitaminas, minerais, proteínas e outros nutrientes também são perdidos. Embora muitas pessoas estejam conscientes de que a farinha branca não é particularmente saudável, elas a consumem em grandes quantidades de qualquer maneira. É por isso que é importante ter uma melhor compreensão dos efeitos que a farinha refinada pode ter em seu corpo.

sfs

Aqui estão sete riscos para a saúde associados a ingerir farinha branca em excesso...

1. Obesidade

A farinha branca não lhe dá uma sensação de saciedade por muito tempo, uma vez que não contém quase qualquer tipo de forragem. Em vez disso, faz com que seus níveis de açúcar disparem e caiam novamente muito rapidamente. Isso pode fazer você sentir muita fome e aumentar a quantidade de comida que come. É por isso que você deve optar por produtos integrais, pois eles deixarão você se sentindo mais satisfeito por mais tempo.

2. Diabetes Tipo 2

Um estudo da Finlândia mostrou que o risco de diabetes tipo 2 diminui quando você come menos farinha branca e aumenta a quantidade de farinha de centeio na sua dieta. Um pico no nível de açúcar no sangue leva seu corpo a liberar maiores quantidades de insulina. O amido é convertido em açúcar no trato digestivo e rapidamente entra na corrente sanguínea. Comer regularmente farinha branca faz com que você seja mais suscetível a tornar-se resistente à insulina, o que aumenta o risco de desenvolver diabetes tipo 2.

3. Desequilíbrio do ácido-base

O equilíbrio do ácido-base do corpo humano deve ser em torno de 7,4 (ligeiramente alcalino). O corpo de muitas pessoas tem muita acidez, e é importante manter seus níveis de ácido-base sob controle. Se o seu corpo permanece muito ácido durante um longo período de tempo, isso pode levar a uma série de problemas de saúde e doenças. Um desequilíbrio do ácido-base pode fazer com que seu sistema imunológico se torne mais fraco e não permite que seus ossos obtenham cálcio suficiente. Outros riscos para a saúde incluem enxaquecas, reumatismo ou osteoporose.

4. Alergias

ada

A farinha branca contém glúten, uma proteína que pode causar danos à mucosa do intestino. A síndrome do intestino permeável, como é conhecida, aumenta o risco de reação exagerada do seu sistema imunológico, como mostrado em alergias ou intolerância aos alimentos. Você também fica mais suscetível à infecções.

5. Depressão

Um estudo americano mostrou que o consumo de carboidratos de liberação rápida pode levar à depressão. Isto também se deve às flutuações acentuadas no nível de açúcar do corpo, fazendo com que vários hormônios sejam liberados em resposta. Isso provoca mudanças de humor e cansaço.

6. Inflamações

Consumir farinha branca refinada pode causar um processo inflamatório chamado glicação. Isso geralmente é associado a doenças crônicas, como doenças cardiovasculares e artrite. As flutuações nos níveis de açúcar no sangue impedem o corpo de converter proteínas em energia de forma eficaz, resultando em aumento de valores inflamatórios.

7. Problemas digestivos

sef

Se você costuma ter problemas de constipação, você deve reduzir a quantidade de farinha branca que você come. Durante o processo de refinamento, cerca de 80% da forragem contida no grão é perdida. Essas fibras alimentares são fundamentais para uma digestão saudável.

Comer farinha branca às vezes pode levar a flatulência, diarreia, náuseas e perda de peso. Se você tiver algum desses sintomas, você pode ser intolerante ao glúten (doença celíaca). Farinha branca, farinha de centeio e farinha de cevada contêm glúten, então você deve evitar alimentos com esses produtos se estiver sofrendo com essa doença. Se você não é intolerante ao glúten, ainda faz sentido reduzir a quantidade de farinha branca na sua dieta pelos motivos listados acima.

Comentários

Também incrível