10 características que as pessoas inteligentes compartilham

Você se considera inteligente? Então você está em boa companhia! Na verdade, a maioria das pessoas se considera bastante inteligente, mas como você sabe se esse é realmente o caso ou se você está apenas se gabando? Continue lendo este artigo para descobrir as 10 principais características de pessoas inteligentes - se você tem os seguintes hábitos, pode se considerar uma delas.

1. Pessoas inteligentes xingam mais

Pessoas mais inteligentes não ficam chateadas com tanta frequência quanto pessoas menos inteligentes. Mas quando o fazem, não deixam por menos! Elas xingam com mais frequência e liberam sua frustração. Pode parecer surpreendente, mas um estudo recente na "Language Science" descobriu que falar palavrões é um sinal de inteligência! Talvez a diferença esteja em desabafar com um pouco de linguagem bruta, em vez de com violência ou raiva prolongada.

2. Pessoas inteligentes madrugam

Vários estudos da London School of Economics mostraram que pessoas inteligentes ficam acordadas até mais tarde do que pessoas com QI mais baixo. Os participantes do estudo com um QI de 75 foram dormir antes da meia-noite durante a semana, enquanto as pessoas com um QI de 125 adormeceram, em média depois da meia noite. No final de semana, também, os mais inteligentes provavelmente ficariam acordados até mais tarde do que os menos inteligentes. Note-se, no entanto, que os sujeitos do teste eram todos jovens com cerca de 20 anos de idade.

3. Pessoas inteligentes são preguiçosas

Você esperava por essa? Pessoas que às vezes ficam moscando por aí sem fazer nada são aparentemente mais inteligentes! Um estudo da Universidade da Costa do Golfo da Flórida sugere que as pessoas brilhantes usam seu tempo ocioso para refletir sobre o universo, enquanto os menos inteligentes ficam entediados e precisam fazer algo - geralmente atividade física - para se distrair.

4. Pessoas inteligentes mantêm a calma

Pessoas inteligentes perdem a calma de vez em quando, mas com menos frequência do que as pessoas com um QI mais baixo porque têm mais autocontrole. Foi o que mostrou um longo estudo da Universidade de Michigan, analisando 600 participantes, seus filhos e pais por 22 anos. Os pesquisadores queriam saber se havia uma conexão entre comportamento agressivo e um quociente de inteligência baixo. Os resultados do estudo revelaram que as crianças aprendem muito cedo a reagir a situações de conflito com raiva e agressão. Crescer em um ambiente agressivo e combativo impede o desenvolvimento do cérebro.

5. Pessoas inteligentes são bagunceiras

A bagunça não é necessariamente um sinal de preguiça! Olhe para as mesas de seus amigos e colegas e você terá uma ideia de quem provavelmente é inteligente ou não. Como muitos estudos já demonstraram, as pessoas que valorizam menos a organização tendem a ser mais criativas, mais prontas para tentar algo novo, mais propensas a pensar grande.

6. Pessoas inteligentes não se acham melhores que as outras

Pessoas menos inteligentes geralmente têm uma imagem imprecisa de seus próprios talentos. Eles tendem a pensar que são melhores que os outros. De acordo com um estudo publicado na revista Psychological Science, pessoas menos inteligentes são mais homofóbicas ou racistas e tendem a categorizar as pessoas prematuramente. Elas também são mais propensas a pensar mal dos outros, enquanto se exibem. Pessoas inteligentes conhecem seu próprio valor e não precisam diminuir os outros para provar isso. Muito pelo contrário: é mais provável que elas estejam dispostas a ajudar e se alegrar com o sucesso dos outros.

7. Pessoas inteligentes admitem seus erros

Assumir a responsabilidade por seus erros e mau comportamento? Isso geralmente é considerado fora de questão por pessoas com QI mais baixo. Elas preferem culpar os outros por seus próprios fracassos. O desenvolvimento do cérebro em crianças cujos pais agem como se erros fossem um pecado é fortemente afetado pelo estresse: elas crescem acreditando que é o fim do mundo admitir fracassos e o medo subsequente de errar inibe sua aprendizagem. Pessoas inteligentes, por outro lado, aprenderam a admitir seus próprios erros e a se responsabilizar por sua conduta. Eles não veem os erros como algo ruim, necessariamente, mas muitas vezes como uma chance de aprender e crescer. Outro estudo da Universidade de Michigan mostrou que o cérebro de pessoas inteligentes reage diferentemente a erros do que os menos aptos.

8. Pessoas inteligentes são empáticas

As pessoas com um QI mais baixo geralmente se preocupam apenas com seus próprios sentimentos e não conseguem se conectar às necessidades dos outros. Geralmente isso tem a ver com a capacidade de ter empatia, ou seja, se colocar no lugar do outro. A empatia é essencial para relacionamentos harmoniosos. As pessoas menos inteligentes têm dificuldade em reconsiderar suas próprias opiniões, de modo que tentam convencer os outros a concordar com elas. Eles também geralmente não percebem se uma pessoa com quem estão conversando é realmente mais inteligente do que elas. Pesquisadores da Texas Tech University mostraram em um estudo representativo que pessoas mais inteligentes eram mais capazes de ter empatia. Os participantes do estudo também tenderam a estar mais dispostos a fazer algo de bom por outra pessoa sem esperar nada em troca.

9. Pessoas inteligentes são mais desconfiadas

Sim, você leu certo. Pessoas inteligentes tendem a se preocupar mais e levam mais tempo para fazer amigos. Eles não confiam nas pessoas com tanta facilidade e têm capacidade cerebral para entender contextos complexos e se projetar no futuro - para imaginar tudo o que pode dar errado. Mas, apesar de toda a ansiedade e falta de confiança, uma vez que as pessoas inteligentes constroem amizades, elas tendem a ser mais duradouras e mais estáveis ​​do que os relacionamentos de pessoas menos inteligentes.

10. Pessoas inteligentes apertam o botão "soneca"

Quem não conhece esta situação: o alarme dispara, mas você simplesmente não consegue levantar. Em vez disso, você pressiona o botão de soneca algumas (ou dezenas) vezes, adiando o momento de sair da cama o máximo que puder. Bem, você não precisa se sentir mal com isso. Um estudo publicado na revista "Personality and Individual Differences" (Personalidade e diferenças individuais) mostrou que pessoas inteligentes ignoram seu despertador com mais frequência. Que ótima notícia!

Então, se você é madrugador, desconfiado, empático, bagunçado e preguiçoso que gosta de dormir, pode ser que você seja brilhante. Mas o essencial, no final das contas, é ser você mesmo, assim como você é. Não se preocupe com rótulos!

Guarde no Pinterest.

Comentários

Também incrível