Alerta: 10 sinais de deficiência de ômega 3 no corpo

Os ácidos graxos ômega 3 estão entre as gorduras mais importantes para a saúde e desempenham um papel de destaque no funcionamento do cérebro, olhos e coração. No entanto, como esses ácidos não são produzidos pelo próprio corpo, eles devem ser absorvidos pelos alimentos. Porém, a maioria das pessoas não consome o suficiente, em geral por causa da alimentação deficiente.

A quantidade de ômega 3 que o corpo precisa varia de acordo com o sexo e, no caso das mulheres, também depende de estarem grávidas ou amamentando. Estudos mostraram que as mulheres, em particular, geralmente não absorvem ômega 3 suficiente dos alimentos.

Fontes de ômega 3

Existem vários sintomas para reconhecer uma deficiência de ômega 3. Eles variam de unhas quebradiças, cabelos opacos, pele seca a insônia e dificuldade de concentração.

Se você tem uma alimentação saudável e equilibrada, geralmente não precisa se preocupar. No entanto, existem certos grupos de risco nos quais a deficiência de ômega 3 é mais comum. Isso inclui pessoas com pressão alta, obesidade ou arteriosclerose, dieta desequilibrada ou que já sofreram derrame ou ataque cardíaco.

1) Olhos secos

Olhos secos, visão ruim e outros problemas oculares podem ser um sinal de deficiência de ômega 3. Ele é uma parte importante da retina e das moléculas de gordura que mantêm os olhos saudáveis. O ômega 3 também ajuda a regular o crescimento de vasos sanguíneos dos olhos. Pessoas com ingestão adequada desse ácido graxo são muito menos propensas a sofrerem de doenças oculares.

Olhos secos

2) Pele escamosa e muito seca

O ômega 3 é necessário para o bom funcionamento do equilíbrio da água no corpo e mantêm a pele hidratada e suave. Eles nutrem as membranas celulares da pele, protegem-na das rugas e retardam o processo de envelhecimento. A pele seca, irritada ou escamosa é, portanto, um sintoma comum de uma deficiência de ômega 3. Impurezas na pele, caspa, calos e calcanhares secos também são sinais de deficiência.

photo d'une main sèche

3) Infecções comuns

Uma deficiência de ômega 3 também pode ter um efeito negativo no sistema imunológico e tornar o corpo mais suscetível a resfriados, infecções e outros problemas de saúde. Os ácidos graxos ajudam a fortalecer as células e, portanto, fortalecem o sistema imunológico.

femme qui se mouche dans un mouchoir en papier

4) Insônia

A falta de ácidos graxos ômega 3 geralmente leva a problemas de sono. Estudos sugerem que as pessoas que cobrem suas necessidades diárias de ômega 3 dormem melhor. A ingestão adequada também pode ajudar bebês e crianças a dormirem melhor.

homme allongé dans un lit qui ne dort pas : insomnie

5) Falta de concentração

O cérebro humano precisa de ômega 3 suficiente para desenvolver todo o seu potencial. Portanto, se você não cobrir suas necessidades diárias, os sinais enviados pelo cérebro podem ser mais lentos ou até parados. Isso causa problemas de concentração e pode até afetar a memória. Bebês e crianças precisam de ômega 3 para ajudar no crescimento e desenvolvimento do cérebro. Mulheres grávidas também devem ingerir ômega 3 para o desenvolvimento adequado do bebê.

Problemas de concentração

6) Fadiga

Como o cérebro é formado principalmente por ácidos graxos, a ingestão insuficiente pode levar à exaustão física e mental. Nesse caso, seu nível de energia também fica baixo, mesmo dormindo ou descansando o número de horas suficiente.

Fadiga

7) Dores no corpo

A prática intensa de esportes e a febre podem causar dores musculares, mas isso também pode ser um sinal de deficiência de ômega 3. A deficiência causa inflamação nos músculos e doenças reumáticas. A ingestão adequada é extremamente importante, especialmente para pessoas que já sofrem de doenças nas articulações.

Dores

8) Cabelos sem brilho

O ômega 3 também é encontrado nos folículos capilares. Ele dá brilho, estrutura e volume aos cabelos. Se você tiver em deficiência, seu cabelo ficará opaco. Você também pode tratar os cabelos com azeite ou óleo de coco para revitalizar o cabelo.

Cabelo sem brilho

9) Problemas cardíacos

O ômega 3 protege os vasos sanguíneos da inflamação e previne problemas cardíacos. Ele também reduz a pressão arterial e os níveis de colesterol, e reduze a formação de coágulos no sangue. O ômega 3 melhora o funcionamento geral do coração e podem até prevenir várias doenças cardiovasculares.

Problemas cardíacos

10) Depressão e ansiedade

O ômega 3 é muito eficaz na prevenção e tratamento da depressão e ansiedade. É por isso que os distúrbios depressivos costumam estar associados à sua deficiência. Se você ingere ômega 3 suficiente em sua dieta, a saúde de suas células cerebrais melhora, o que ajuda a melhorar seu humor e função cognitiva. Isso reduz sintomas como tristeza, nervosismo e apatia geral.

Depressão e ansiedade

Se você tem um ou mais dos sintomas listados, deve aumentar sua ingestão de ácidos graxos ômega 3 e mudar sua alimentação. Existem suplementos alimentares que podem ajudar a curto prazo, mas não é aconselhável tomar grandes doses ao mesmo tempo. Um excesso de ômega 3 pode levar ao aumento do colesterol ou a um sistema imunológico fraco.

Se seus sintomas não melhorarem, apesar de uma dieta equilibrada, é aconselhável uma visita ao médico, pois outros problemas de saúde também podem ser a causa.

Imagem de destaque do artigo: © Pinterest/Gazette Review © Flickr/Frédérique Voisin-Demery

Comentários

Também incrível