Quando já é possível deixar de supervisionar as crianças o tempo todo? O que os pais precisam saber

Para muitos pais, a questão dos cuidados e supervisão das crianças surge desde o nascimento dos filhos. Por exemplo: é possível deixar seu bebê sozinho no banho? E a preocupação não para quando eles crescem, apenas muda, de acordo com a nova gama de movimento da criança, suas novas habilidades e seu instinto para fazer coisas estúpidas.

Embora os pais sejam legalmente obrigados a cuidar de seus filhos, existem algumas diretrizes concretas sobre o que se deve fazer para cumprir esse dever. Aqui você encontrará algumas das recomendações mais importantes:

 

 
 
 
 
 
Sieh dir diesen Beitrag auf Instagram an
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Ein von @universe_love_cats_rebirth geteilter Beitrag am

Deixar as crianças sozinhas por um curto período de tempo

Mesmo que você tenha colocado proteções por toda a casa, não deixe as crianças sozinhas pelos primeiros três anos de vida. Mesmo quando ainda são bebês, eles se movem mais rápido do que você pensa, além de serem muito curiosos. Aqui estão algumas recomendações:

  • Até os 3 anos, você não deixe seu filho sozinho em casa.
  • A partir dos 3 anos, pode deixá-lo sozinho por 10 ou 15 minutos.
  • A partir dos 6 anos, é possível deixá-lo sozinho por um período de 30 minutos a, no máximo, 2 horas.

Isso significa basicamente que você pode sair para retirar o lixo ou pegar sua correspondência na portaria, quando seu filho tiver 3 anos. E só a partir dos 6 anos que você pode deixar seu filho sozinho para ir rapidinho ao mercado, por exemplo, desde que fique próximo da sua casa.

Observação:

Esta informação é apenas uma recomendação. Obviamente, a decisão é sempre dos pais, que são os únicos que realmente sabem se o filho já está pronto. As crianças e seu grau de amadurecimento são diferentes e essa recomendação pode variar. Por isso, haja com responsabilidade. Se uma criança não tem noção do perigo, é desastrada ou curiosa ao extremo, deve-se agir de acordo.

enfant qui regarde par la fenêtre

O que as crianças em idade escolar podem fazer

Ir para a escola sozinho

Ir sozinho para a escola é um passo importante para crianças e pais, e também pode reduzir significativamente os níveis diários de estresse. No entanto, se arrumar para a escola não significa automaticamente que a criança esteja pronta para ir sozinha. É importante levar em conta a distância do trajeto e, claro, a maturidade da criança: ela é atenta? É capaz de reconhecer os possíveis perigos? Mesmo que a criança conheça as regras (como atravessar a rua), é melhor acompanhá-la por um certo tempo para que ela se familiarize com o caminho.

Indo sozinho para o parquinho

Crianças maiores podem ficar sozinhas nos parques e praças, desde que sejam maduras o suficiente. Nesse caso, cabe aos pais decidirem quando a criança pode ir para lá, como deve se comportar e que horas deve voltar para casa.

Integrar irmãos mais velhos

Os irmãos e irmãs mais velhos são apenas parcialmente aptos a cuidar de crianças pequenas, mesmo que sejam maduros e inteligentes. A condição básica para um irmão ou irmã poder atuar como babá por um período maior é a partir dos 12 anos, e que a criança a ser supervisionada tenha a partir de 3 anos. Além disso, a diferença de idade entre os irmãos não deve ser muito pequena para que o mais novo ouça o mais velho. Além da idade, o relacionamento entre os filhos também é importante. Se eles brigam constantemente, mesmo na presença dos pais, é melhor evitar o risco.

Televisão como babá?

Poucas pessoas ficarão surpresas ao saber isso: a televisão não substitui uma babá (embora possa, é verdade, garantir com segurança que a criança permaneça sentada por mais tempo). A televisão tem um efeito prejudicial duradouro no desenvolvimento de crianças pequenas, independentemente do suposto valor educacional dos programas. Sempre assista televisão com seu filho para trocar pontos de vista sobre o que está sendo visto e ter uma melhor noção do que está acontecendo na tela.

enfants sur un fauteuil qui mangent et boivent des sucreries

Não subestime os perigos da Internet e dos videogames

Com todos os medos que os pais sentem quando mandam seus filhos sozinhos para a escola ou para os parques, eles rapidamente esquecem que também devem ter uma noção de como seus filhos agem no espaço virtual. Existem restrições de idade para videogames por um motivo específico; por exemplo: se eles tiverem conteúdo violento. Se você der permissão ao seu filho para jogar, estará violando normas indicativas e poderá ser processado. Mesmo que seus amigos joguem esse tipo de jogo, os pais não devem ceder a essas solicitações e monitorar cuidadosamente o conteúdo oferecido aos filhos. Pense duas vezes antes de deixar seu filho jogar on-line com jogadores de todo o mundo sem saber quem está falando com eles.

Pin1

Quando falamos de supervisão dos pais, não estamos falando de controlar, mas de proteger e educar os filhos, para que eles se tornem pessoas independentes. Para isso, devemos levar em consideração a idade da criança e suas necessidades e, acima de tudo, suas habilidades. Lembre-se de que as mudanças devem ser discutidas com seu filho e preparadas com tranquilidade. Ele deve, não apenas saber se comportar por conta própria, mas também saber como pedir ajuda.

Imagem de destaque do artigo: ©for_the_love_of_cats13

Comentários

Também incrível