7 sintomas em crianças que os pais não devem ignorar

As crianças são a coisa mais preciosa do mundo. É por isso que os pais fazem tudo o que podem para garantir que seus filhos estejam sempre saudáveis. Mas lembre-se de que as crianças ainda não são capazes de se expressar corretamente com palavras. Não é incomum que alguns sintomas que não pareçam importantes para um olho destreinado, indiquem que há algo errado com a saúde da criança. Este artigo mostra 7 sintomas que os pais não devem ignorar.

1) Posição sentada em W

As crianças parecem amar sentar assim. Elas de ajoelham e abrem as pernas para o lado. No entanto, os médicos não recomendam essa posição. De fato, ela exerce pressão nos joelhos e quadris, resultando em problemas ortopédicos, como má postura e desenvolvimento mais lento da tração muscular.

Se seu filho usa a posição W para mudar de uma posição sentada para outra, não há necessidade de se preocupar. No entanto, se for a posição favorita da criança, é aconselhável incentivá-lo a mudar o quanto antes.

pin1

2) Andar na ponta dos pés

Quando uma criança aprende a andar, geralmente se movimenta sobre os dedos dos pés. Pode ser bonitinho, mas deve ser examinado por um especialista se ela não perder esse hábito depois de um tempo.

Se andar na ponta dos pés for prolongado, isso pode indicar a presença de diferentes patologias. Incluindo encurtamento muscular do tendão de Aquiles, um distúrbio hereditário da marcha devido ao atraso na maturação nervosa ou à má posição do pé. Para determinar a causa exata e poder tratá-la, é necessário que a criança seja examinada com mais detalhes por um médico.

tippy toes

3) Assimetria craniana

Não é incomum a cabeça de um recém-nascido assumir uma forma assimétrica. Essa assimetria do crânio - também conhecida como plagiocefalia - é causada principalmente por ficar deitado de costas por um longo tempo durante os primeiros meses de vida. Como a cabeça do bebê cresce extremamente rápido, no entanto, é necessário tratar a assimetria craniana o mais rápido possível para evitar deformação permanente da cabeça.

Recomenda-se alterar a posição da cabeça do bebê de vez em quando durante o sono ou usar uma almofada especial contra deformidades. Além disso, deve-se tomar cuidado para manter o bebê com mais frequência no colo ou deitado de bruços, em vez de ficar deitado de costas quando acordado.

Holding Her Head Up High

4) Torcicolo

Quando um bebê recém-nascido vira a cabeça apenas em uma direção, muitas vezes cria confusão e medo nas jovens mães. No entanto, o que é chamado de torcicolo não é motivo para entrar em pânico. Na maioria dos casos, isso ocorre devido ao desalinhamento da criança no útero, onde muita pressão foi exercida sobre o músculo esternocleidomastóideo, resultando em enrijecimento da musculatura.

Para tratar o torcicolo, é necessário fazer o bebê olhar na outra direção, por exemplo, colocando brinquedos no lado correspondente. No entanto, se isso não surtir o efeito desejado, é melhor considerar o tratamento fisioterapêutico.

2/365: Physical Therapy

5) Pouco contato visual

Frequentemente, uma criança que evita o contato visual é suspeita de ter autismo. Mas o que muitos não sabem é que muitos bebês não olham diretamente nos olhos das outras pessoas porque simplesmente se concentram mais no som da voz para depois fazer contato visual. Além disso, o pouco contato visual é apenas um dos muitos sintomas do autismo. No entanto, se ele também tiver dificuldade em expressar suas necessidades ou problemas de fala, é aconselhável consultar um especialista para ter certeza.

Shy girl

6) Bruxismo durante a noite

Se as crianças rangerem os dentes durante a noite, isso pode ser devido a duas razões: uma razão psicológica, como estresse ou ansiedade, ou uma razão anatômica, como uma malformação dos dentes. Em ambos os casos, é aconselhável ir ao dentista para fazer uma placa de proteção bucal para evitar que a criança danifique os dentes a médio prazo.

Joey sleeping

7) Reação alérgica ao assento do carro

Um assento infantil em um carro deve manter a criança segura, mas às vezes pode causar uma erupção cutânea. Essa é uma reação alérgica à espuma da correia protetora, frequentemente encontrada em cadeiras de criança de nylon ou o produto antichamas usado pelo fabricante para proteção contra incêndio.

A erupção afeta particularmente a pele que entra em contato direto com o nylon, especialmente o rosto, pescoço e mãos. Para solucionar esse problema, simplesmente cubra a cadeira da criança com um pano de algodão antes de colocá-la nela.

Azalea hates her car seat

Portanto, os pais devem prestar atenção a todo tipo de coisa: dentes rangendo, erupção cutânea ou má postura na hora de brincar. Mas agora que você conhece essas coisas que normalmente se ignora, já pode ficar mais alerta.

Guarde no Pinterest.

Fonte:

brightside

Comentários

Também incrível